Acessos: 9

Sim, a neurofibromatose afecta pessoas em todo o mundo, incluindo Angola. É uma doença genética que afeta o desenvolvimento dos nervos e dos tecidos que os revestem. A doença pode causar crescimento anormal dos nervos, tumores benignos na pele e em outras partes do corpo, e problemas ópticos. Não há cura para a neurofibromatose, mas o tratamento pode ajudar a controlar os sintomas e prevenir complicações.

A doença é  relativamente comum,  cerca de 1 em cada 3.000 pessoas em todo o mundo a sofrem. A neurofibromatose tipo 1 é a forma mais comum da doença, afetando cerca de 1 em cada 3.000 a 4.000 pessoas. A neurofibromatose tipo 2 é menos comum, cerca de 1 em cada 25.000 pessoas. A schwannomatose é a forma mais rara da doença, afetando cerca de 1 em cada 40.000 pessoas. A neurofibromatose afeta pessoas de todas as idades, raças e etnias. Porem é mais frequente em pessoas com antecedentes familiares da doença, mas também aparece em  pessoas sem essa história familiar.

Como identificar a doença?

Os sintomas da neurofibromatose são varios, dependendo do tipo e da gravidade da doença. Alguns sintomas comuns incluem:

  1. Crescimento anormal dos nervos: Pode haver crescimento anormal dos nervos em qualquer parte do corpo. Isso pode causar deformidades e dificuldades motoras.
  2. Tumores benignos na pele e em outras partes do corpo: A neurofibromatose pode causar o crescimento de tumores benignos na pele e em outras partes do corpo.
  3. Problemas ópticos: A neurofibromatose pode causar problemas com a visão, como miopia ou catarata.
  4. Problemas auditivos: A neurofibromatose tipo 2 pode causar problemas auditivos, incluindo perda de audição.
  5. Dor: A neurofibromatose pode causar dor, especialmente em pessoas com schwannomatose.
  6. Disfunção sexual: A neurofibromatose pode afetar a fertilidade e a função sexual em algumas pessoas.
  7. Outros sintomas: Alguns outros sintomas da neurofibromatose podem incluir deformidades ósseas, problemas de aprendizagem e problemas de saúde mental, como ansiedade e depressão.

Como pode evitar a neurofibromatose?

Não há uma maneira de prevenir a neurofibromatose, pois é uma doença genética. A doença é causada por mutações nos genes que controlam o crescimento dos nervos e dos tecidos que os revestem. Essas mutações são geralmente presentes no nascimento e são herdadas de um dos pais. No entanto, em alguns casos, a mutação pode ocorrer espontaneamente em um dos óvulos ou espermatozoides, o que pode levar a uma primeira ocorrência da doença em uma família.

No entanto, existem algumas medidas que as pessoas com neurofibromatose podem tomar para controlar a doença e prevenir complicações. Por exemplo, as pessoas com neurofibromatose podem se beneficiar de tratamentos médicos, como medicamentos e cirurgia, para controlar os sintomas da doença. Além disso, é importante seguir as recomendações do médico.

*Precisa consultar um ortopedista?
Dr. Castilho. Ortopedista. Pediátrico Adultos